Dezessete pessoas morreram no domingo (22) na queda de um avião de carreira em Montana, no norte dos Estados Unidos, e haveria diversas crianças entre as vítimas, informou o departamento norte-americano de avião civil. O avião, um monomotor turboélice, havia partido de Orville, na Califórnia, e segundo o plano original de voo pousaria em Bozeman, disse Mike Fergus, porta-voz do departamento de avião civil.

O piloto, no entanto, mudou o plano de voo e seguiu para Butte. A aeronave caiu a menos de 200 metros da cabeceira da pista, quando tentava aterrissar, e incendiou-se a seguir. Informações preliminares sugerem que havia diversas crianças entre os mortos, disse Fergus. A aeronave pertencia à empresa de taxi aéreo Eagle Cap, estabelecida no Oregon, mas ainda não se sabe a quem cabia a operação do aparelho.

Telefonemas para as autoridades locais ainda não foram respondidos. As informações são da Associated Press.