Manifestantes nas proximidades da capital de Bangladesh, Daca, queimaram uma delegacia durante um protesto hoje contra um planejado novo aeroporto, segundo funcionários. Pelo menos uma pessoa foi morta e dezenas ficaram feridas durante os confrontos com a polícia.

Os manifestantes bloquearam uma importante rodovia no distrito de Munshiganj a fim de protestar contra o plano do governo de construir o Aeroporto Internacional de Bangabandhu que, segundo os moradores, vai retirar suas propriedades e destruir terras produtivas, disse o chefe de polícia local, Shafiqul Islam. Motiur Rahman, um policial de 45 anos, morreu após ser levado a um hospital de Daca, disse Islam.

O governo do primeiro-ministro Sheikh Hasina é o responsável pelo planejamento do aeroporto, que em seu nome faz referência ao líder da independência do país, Sheikh Mujibur Rahman, que era pai do atual premiê e foi morto junto com membros de sua família em um golpe em 1975, após Bangladesh tornar-se independente do Paquistão, em 1971. As informações são da Associated Press.