O presidente sérvio, Boris Tadic, afirmou nesta terça-feira (17) que Kosovo não pode ser considerado um país soberano. Exatamente um ano atrás, Kosovo se declarou independente da Sérvia. Tadic também disse que a Sérvia nunca reconhecerá a independência de sua ex-província. Descartou, contudo, a possibilidade de o uso da força por Belgrado a fim de retomar o território.

O presidente sérvio se encontrou com uma equipe legal que representa o país na disputa diante da Corte Internacional de Justiça. A Sérvia pediu à corte que decida se a secessão de Kosovo é legal. Também nesta terça-feira, o primeiro-ministro sérvio, Mirko Cvetkovic, descreveu Kosovo como um Estado “virtual”. Cvetkovic disse que a Sérvia está fazendo tudo para evitar o reconhecimento internacional da ex-província. Kosovo recebeu apoio dos Estados Unidos e da maioria das nações da União Europeia. Já a Rússia apoia a Sérvia na disputa.