O presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan, visitou nesta quinta-feira a região de Borno, onde o grupo extremista Boko Haram faz uma campanha de terra arrasada que já destruiu 3.700 casas e outras estruturas, de acordo com imagens feitas por satélite divulgadas pela Anistia Internacional.

De acordo com o gabinete do presidente, ele fez uma visita surpresa à área e se encontrou com tropas e refugiados vindos de Baga, onde a milícia conquistou uma base militar e atacou civis.

Johnathan, que concorre à reeleição em fevereiro, não visita o estado desde que foi declarado o estado de emergência, em maio de 2014.

Imagens de satélites feitas entre 3 e 7 de janeiro e divulgadas pela Anistia Internacional mostram os extremistas tomando a base de Baga, para em seguida matar centenas de civis, de acordo com testemunhas. Estimativas de grupos de direitos humanos falam em até 2 mil mortes. Fonte: Associated Press.