O presidente da Bolívia, Evo Morales, tem uma infecção viral que é tratável, mas que o forçará a ficar em Cuba durante cinco dias em repouso, informou nesta quinta-feira o governo boliviano. “O presidente tem problemas nas cordas vocais, sinusite e dores muito fortes na parte direita do abdômen, que não o deixavam dormir e que nesse fim de semana se agravaram”, informou o vice-presidente Álvaro García Linera, em entrevista coletiva.

“Por isso nossa preocupação, que já está sendo controlada”, comentou García Linera. Segundo o primeiro informe dos médicos cubanos após cinco horas de exames, Morales tem uma infecção viral tratável e que já está sob controle. O vice-presidente não detalhou de que vírus se tratava. “A sinusite diminuiu consideravelmente e as dores também, mas os médicos pediram que ele esteja sob cuidados médicos por quatro ou cinco dias”, acrescentou o vice.

Morales, de 57 anos, viajou de emergência na véspera a Cuba para passar por exames, após ter sido tratado na Bolívia. Em 2009, o presidente boliviano também foi operado em La Paz do nariz por médicos cubanos. Além disso, passou por uma intervenção cirúrgica nos dois joelhos por lesões que ocorreram ao jogar futebol. Fonte: Associated Press.