O primeiro-ministro britânico David Cameron prometeu apoio ao novo presidente do Afeganistão e ao governo de unidade, afirmando, durante visita surpresa realizada nesta sexta-feira, que o Reino Unido está comprometido em ajudar os afegãos a construir um futuro mais seguro e próspero.

Cameron foi o primeiro líder mundial a se reunir com Ashraf Ghani Ahmadzai desde sua posse, na segunda-feira. Os dois tiveram um encontro em Cabul na manhã desta sexta-feira e mais tarde participaram de um coletiva de imprensa.

“O Reino Unido pagou um preço alto por ajudar a trazer estabilidade a este país”, disse Cameron, em homenagem aos 453 militares britânicos que morreram enquanto serviam no Afeganistão.

“Um Afeganistão livre da Al-Qaeda é de nosso interesse nacional, assim como do Afeganistão”, disse ele. “E agora, 13 longos anos depois, o Afeganistão pode, e deve, cuidar de sua própria segurança.”

Mas “não estamos deixando este país sozinho”, acrescentou ele, “Vocês sempre terão no Reino Unido um amigo e parceiro e forte.”

Cameron chegou ao Afeganistão um dia depois de visitar os pilotos britânicos no Chipre, que participam dos ataques aéreos contra alvos do Estado Islâmico no Iraque. Aviões britânicos conduzem missões de combate sobre o Iraque desde sábado, depois de o Reino Unido ter se unido à coalizão liderada pelos Estados Unidos, que vem atacando os militantes.

“O trabalho de derrotar os terroristas extremistas se espalha por todo o mundo”, disse Cameron em Cabul. “E como isso nos ameaça em casa, devemos continua a fazer nossa parte.”

Ghani Ahmadzai agradeceu o Reino Unido por seus sacrifícios no Afeganistão, especialmente as famílias que perderam seus entes queridos na guerra. “Eles ficaram ombro a ombro conosco e vamos nos lembrar disso”, afirmou.

A posse do novo presidente afegão marcou o início de uma nova era para o país, com um governo de unidade preparado para enfrentar uma resiliente insurgência do Taleban.

O Reino Unido é um dos maiores doadores de recursos para o governo afegão. Cameron disse que ele e Ghani Ahmadzai irão, conjuntamente, organizar uma conferência sobre ajuda futura ao Afeganistão. O evento deve acontecer em novembro, em Londres. Além disso, o premiê britânico prometeu 178 milhões de libras (US$ 287 milhões) por ano até 2017 para apoiar a educação, saúde e outros serviços públicos no Afeganistão. Fonte: Associated Press.