A polícia da Holanda continua neste sábado, 30, buscando o suspeito não identificado que esfaqueou três jovens uma rua no centro de Haia na sexta-feira, 29, durante a noite de Black Friday – um dos momentos de compras mais movimentados do ano. Os feridos foram atendidos e receberam alta hospitalar no fim da noite de sexta.

Os investigadores mantêm “todos os cenários abertos” na identidade e motivação do autor, de acordo com a porta-voz da polícia.

A polícia não divulgou nenhuma informação sobre a aparência do suspeito, mas disse uma descrição inicial dele como homem em seus 40 anos estavam errados.

A emissora nacional NOS citou duas testemunhas que viram duas das vítimas, ambas meninas, fugindo correndo da rua em uma loja próxima. Um deles disse que um homem ‘atlético’ fugiu do cena, saltando facilmente sobre obstáculos.

A área foi isolada por horas para os primeiros socorros e varreduras da polícia em busca de pistas.

O ataque na Holanda ocorreu horas depois de um homem usando um explosivo falso colete esfaquear várias pessoas em Londres, matando duas, antes de ser morto a tiros por oficiais. A polícia está tratando o caso como um ataque terrorista.