A polícia francesa deteve um suspeito de ser o responsável pelos disparos que assustaram as sedes de um jornal e de um banco em Paris, disse um oficial do gabinete de procuradores da cidade. Os policiais seguiram a pista de uma testemunha que disse ter abrigado o atirador e localizaram o homem em um estacionamento subterrâneo nos subúrbios de Bois Colombes.

O oficial de polícia identificou o suspeito como sendo o ex-detento Abdelhakim Dekhar, acusado de fornecer a arma usada em um tiroteio de 1994 que causou a morte de três policiais e um motorista de taxi. O homem foi levado para o hospital porque teria tomado algum tipo de medicamento – o que a polícia suspeita que tenha sido uma tentativa de suicídio.

Os policiais ainda precisam comparar o DNA de Dekhar com o encontrado na cena dos crimes. O oficial comentou que a polícia conseguiu evidências de que ele participou de uma série de atos violentos na semana passada e na segunda-feira.

A caçada pelo atirador começou na segunda, após um homem entrar na redação do jornal Liberation no leste de Paris e ferir um assistente de fotografia com um rifle. Duas horas depois, um indivíduo com a mesma descrição foi visto abrindo fogo na sede do banco Société Generale, no bairro de La Defense. O suspeito, então, assaltou um carro e fugiu a pé próximo do Champs Elysées. Fonte: Dow Jones Newswires.