A polícia israelense elevou o nível de alerta no país, enquanto uma divisão do Exército foi enviada para a Faixa de Gaza e está “pronta para qualquer cenário”, no momento em que Israel se prepara para o Pessach, a Páscoa judaica.

“Milhares de policiais foram enviados para todo o país, e particularmente na região de Jerusalém”, afirmou o porta-voz da polícia Micky Rosenfeld à France Presse. Não houve nenhuma ameaça pública específica, mas a segurança de Israel é geralmente reforçada durante importantes feriados judaicos. O monitoramento a sinagogas, mercados, estações, centros comerciais e parques nacionais foi reforçado. Essas áreas costumam atrair mais movimento durante esses feriados.

A polícia também reforçou a segurança dentro da Cidade Velha de Jerusalém, para garantir a proteção dos peregrinos cristãos que celebram a Páscoa, disse o porta-voz.

Os militares israelenses anunciaram ontem o fechamento por nove dias da fronteira com a Cisjordânia. O vice-comandante de uma divisão do Exército enviada à região, coronel Amir Avivi, disse que suas tropas estão prontas “para qualquer cenário e se necessário nós responderemos com a força”.

O Pessach marca o êxodo bíblico dos israelitas do Egito. A festa começa no pôr-do-sol da segunda-feira e dura uma semana. As informações são da Dow Jones.