A polícia francesa prendeu cerca de 20 suspeitos de origem islâmica na madrugada desta sexta-feira. A maior parte das detenções ocorreu no sul da cidade de Toulouse, onde um extremista serial killer, morto na semana passada, atuava, disse uma fonte próxima às operações.

Após a morte de Mohamed Merah, em um tiroteio com a polícia no dia 22 de março, investigadores continuam à procura de possíveis cúmplices, disse Francois Molins, um promotor de Paris. Merah, que cometeu sete assassinatos, foi enterrado ontem na periferia de Toulouse, em cerimônia discreta. As informações são da Dow Jones.