O Banco Central do Peru reduziu a taxa de juros de referência em 0,25 ponto porcentual, para 3,25%. De acordo com a instituição, os indicadores mais recentes de atividade produtiva continuam mostrando um ciclo econômico débil, com taxas de crescimento do PIB menores do que o potencial e quedas significativas nas ativadas prima´rias devido a fatores de oferta negativos.

Em comunicado, a autoridade monetária disse que a atual taxa é compatível com a sua projeção de 2,0% em 2015 e leva em consideração a atividade econômica contínua abaixo do potencial. A inflação anual chegou a 3,22% em dezembro de 2014.

De acordo com o BC peruano, “os indicadores internacionais recentes mostram sinais mistos de recuperação na economia mundial, assim com maior volatilidade nos mercados financeiros”. Além disso, “os menores preços internacionais do petróleo começaram a afetar o mercado interno”, afirmou a instituição.

Mais cedo, o Instituto Nacional de Estatística do Peru (Inei) informou que o PIB do país cresceu 2,37% em outubro, em comparação com o mesmo mês de 2013. Segundo o Inei, a expansão foi liderada pelo setor financeiro e de seguros, que teve um crescimento de 10,4%; o setor de mineração e petróleo teve uma expansão de 3,75%, graças ao aumento da produção de ouro. O setor agrícola cresceu 1,65% e o de comércio varejista teve um crescimento de 4,15%. (Marcella Fernandes – marcella.fernandes@estadao.com)