O papa Bento 16 classificou como “deploráveis” as operações de busca realizadas pela polícia, na quinta-feira, na casa e no antigo gabinete do ex-arcebispo belga Godfried Danneels. As buscas fazem parte de uma investigação sobre abusos de menores cometidos por sacerdotes católicos.

Em mensagem ao presidente da Conferência dos Bispos da Bélgica, monsenhor Andre-Joseph Leonard, Bento 16 manifestou solidariedade a todos os bispos belgas pela “maneira surpreendente e deplorável” como as buscas foram conduzidas.

O papa disse que a justiça deve seguir seu rumo, mas repetiu que tais crimes devem ser investigados tanto por autoridades civis quanto pela Igreja Católica, respeitando-se as respectivas especificidade e autonomia.