O pai do rapaz negro de 18 anos, que ficou gravemente ferido após ter sido baleado pela polícia da cidade de Ferguson (EUA) quando ele atirou em quatro policiais à paisana, disse que as autoridades estão mentindo e que seu filho estava desarmado.

Tyrone Harris disse à Associated Press que seu filho, Tyrone Harris Júnior, foi baleado de oito a 12 vezes. De acordo com a polícia, o estado do jovem é crítico e instável.

Harris afirma que seu filho foi pego em uma disputa entre dois grupos e “saiu correndo para salvar sua vida” quando foi baleado pela polícia.

O tiroteio aconteceu na noite de domingo no aniversário da morte de Michael Brown, que estava desarmado e foi morto a tiros por um policial branco no ano passado.

O chefe de polícia do condado de St. Louis, Jon Belmar, disse que o suspeito estava entre as seis pessoas que dispararam tiros durante um protesto. Segundo Belmar, o suspeito avistou uma caminhonete com quatro policiais à paisana e disparou contra o para-brisa. Todos os quatro reagiram e atiraram contra o jovem. Fonte: Associated Press.