Uma missão da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), que tem sede em Viena, chegou nesta segunda-feira (21) à Itália para verificar a situação da comunidade cigana no país.

“O objetivo da visita é colaborar com as autoridades italianas para identificar aspectos preocupantes e fazer recomendações sobre como enfrentá-los em sintonia com os compromissos da Itália em relação à OSCE e outras obrigações internacionais”, informou em um comunicado o responsável da organização sobre temas da comunidade cigana, Andrzej Mirga.

A missão, que permanecerá uma semana entre Milão, Nápoles e Roma, investigará “as desordens registradas nas últimas semanas em alguns acampamentos ciganos e o polêmico projeto de recolher as digitais dos ciganos, incluindo as crianças”, disse Mirga no comunicado.

Ao final das verificações, a delegação apresentará um relatório ao governo italiano, em setembro.