A oposição conservadora obteve algumas vitórias surpreendentes domingo (26) nas eleições municipais no Chile. Com 95% dos votos apurados, quatro partidos oposicionistas conseguiram 40% dos votos para prefeito. Além disso, a oposição venceu em cidades importantes, como a capital Santiago. A coalizão governista venceu em 38% das prefeituras.

Entre os vereadores, a situação se saiu melhor. A Concertación de Bachelet conseguiu 45% dos votos, e os oposicionistas ficaram com 35%. Partidos menores conseguiram as vagas restantes.

Ambos os lados alegaram ter vencido a disputa. Para a presidente chilena Michelle Bachelet, as eleições comprovaram que seu grupo ainda é “a principal força política da nação”. Já o prefeito eleito de Santiago, Pablo Zalaquet, disse que os eleitores votaram pela mudança. As eleições presidenciais chilenas ocorrem no ano que vem.