O secretário-geral das Nações Unidas, Antonio Guterres, o presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faki Mahamat, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker se reuniram nesta quarta-feira e concordaram com a criação de uma força-tarefa conjunta entre UE, UA e ONU para “salvar e proteger vidas de migrantes e refugiados ao longo das rotas e, em particular, dentro da Líbia, acelerando os retornos voluntários assistidos aos países de origem”.