O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou no final da tarde desta sexta-feira uma resolução pedindo ao presidente do Iêmen, Ali Abdullah Saleh, que ele renuncie ao cargo e para isso assine um acordo, sob o qual passará o poder pacificamente e acabará com as lutas sectárias e os ataques contra os manifestantes no país da Península Arábica.

A resolução, aprovada por unanimidade pelos 15 membros do Conselho, “condena em termos fortes” a violência do governo iemenita contra os manifestantes e apoia o acordo negociado pelo Conselho da Cooperação do Golfo, que prevê os passos para a transferência de poder. Várias centenas de pessoas foram mortas pelo governo no Iêmen desde que os protestos contra os 33 anos de governo de Saleh estouraram em janeiro.

As informações são da Dow Jones.