O Conselho de Segurança da ONU vai realizar consultas urgentes a respeito do mais recente teste de míssil da Coreia do Norte, a pedido dos Estados Unidos, do Japão e da Coreia do Sul. O Uruguai detém a presidência do conselho neste mês e a ONU informou que as consultas fechadas serão realizadas na próxima terça-feira.

A embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Nikki Haley, disse ao canal de televisão ABC que os EUA tem trabalhado bem com a China, aliado mais próximo de Pyongyang, e levantou a possibilidade de novas sanções contra a Coreia do Norte, incluindo importações de petróleo.

O Conselho de Segurança adotou seis sanções mais duras contra a Coreia do Norte.