Milhares de peixes morreram por causa do forte calor na laguna de Lobos, um ponto turístico para a pesca e atividades náuticas, 100 quilômetros a oeste de Buenos Aires. Boa parte da Argentina enfrenta as altas temperaturas, de até 40º centígrados.

“A onda de calor aumenta a temperatura da água e isso traz o desenvolvimento de uma alga que, ao ser ingerida (pelos peixes), fica atravessada nas brânquias e provoca a morte deles”, explicou Gustavo Sobrero, o prefeito da cidade de Lobos. Segundo ele, 20 toneladas de peixes mortos foram retirados da laguna nas últimas horas. A laguna de Lobos tem perto de 800 hectares de superfície.