O pré-candidato democrata Barack Obama admitiu na última segunda-feira (21) que sua rival Hillary Clinton deve ganhar as primárias de hoje no Estado da Pensilvânia. ?Não estou prevendo uma vitória nossa?, disse Obama em entrevista a um programa de rádio. ?Mas acho que será por pouco e que vamos ter um desempenho melhor do que o esperado.

Na votação desta terça, Hillary precisa ganhar com uma vantagem de 5 pontos porcentuais para se manter na disputa. ?Se ela não vencer de forma decisiva, as contribuições de campanha vão secar?, disse Abe Amoros, diretor do Partido Democrata da Pensilvânia. ?Se ela vencer por menos de 5 pontos, é hora de repensar a campanha.? De acordo com ele, isso não significa que uma vitória apertada fará a senadora desistir. ?Ela é persistente e o eleitor americano gosta disso?, afirmou.

Os republicanos também adoram a tenacidade de Hillary. ?Espero que eles continuem disputando até o dia da convenção, em agosto? disse Luke Bernstein, diretor do Partido Republicano na Pensilvânia. ?Não precisamos fazer nada, temos dois democratas se massacrando enquanto John McCain está se preservando.

Na média das pesquisas mais recentes, Hillary lidera com 49% das intenções de voto, enquanto Obama tem 43%. A maioria dos analistas acredita que Hillary levará o Estado por uma diferença de 6 a 8 pontos.