O presidente dos EUA, Barack Obama, apelou nesta quinta-feira a democratas e republicanos que superem a disputa sobre os gastos do governo, elaborem um orçamento “responsável” e avancem em áreas nas quais ambos os lados estejam de acordo.

O grave impasse sobre a elevação do teto da dívida e o financiamento do governo federal não significa que os dois partidos não podem “trabalhar juntos em coisas sobre as quais há acordo”, disse Obama.

“Deveríamos ser capazes de trabalhar juntos num orçamento responsável que invista nas coisas que precisamos para impulsionar nossa economia e criar empregos”, completou Obama.

O acordo fiscal fechado no Congresso no último dia 16 é provisório, garantindo a reabertura do governo até 15 de janeiro e a elevação da capacidade de endividamento do Tesouro norte-americano até 7 de fevereiro.

Obama também repetiu um apelo feito mais cedo pelo Secretário do Tesouro, Jack Lew, para que o Congresso aprove a lei agrícola e a reforma da imigração. Em relação à reforma, Obama disse que “é boa para nossa economia, boa para nossa segurança nacional” e que “deveria ser aprovada este ano”.

Em discurso preparado para evento no Centro do Progresso Americano, Lew disse que, “embora tenha sido feito progresso, nossa economia ainda não está a todo vapor” e “que a taxa de crescimento e as contratações” ainda “não estão nem perto de serem suficientemente fortes”. Fonte: Market News International.