O presidente americano, Barack Obama, condenou um “horrível ataque” em uma escola paquistanesa que matou mais de 100 crianças. Os Estados Unidos ofereceram assistência em resposta ao tiroteio terrorista.

Atiradores do Taleban invadiram a Escola Pública do Exército nesta terça-feira de manhã, no pior ataque no Paquistão nos últimos anos. A maioria das vítimas eram estudantes do ensino fundamental.

“Ao ter como alvo alunos e professores neste ataque hediondo, os terroristas mostraram mais uma vez sua depravação”, afirmou Obama em um comunicado. “Estamos com o povo do Paquistão e reiteramos o compromisso dos Estados Unidos para apoiar o governo do Paquistão em seus esforços para combater o terrorismo e o extremismo e para promover a paz e estabilidade na região.”

O secretário de Imprensa da Casa Branca, Josh Earnest, disse que as autoridades norte-americanas podem oferecer ajuda por uma variedade de canais, mas não informou detalhes. “Muitos desses extremistas gostam de caracterizar a sua luta como uma luta dos muçulmanos

contra o mundo ocidental, mas isso claramente não é verdade se o maior número de vítimas são muçulmanas e isso torna a situação ainda mais dolorosa e trágica”, afirmou Earnest. Fonte: Associated Press.