O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Barack Obama, iniciou nesta segunda-feira (21) sua primeira vista ao Iraque desde o lançamento de sua campanha para a Casa Branca. A visita ao Iraque é a segunda parada de Obama durante uma viagem a zonas de guerra com forte presença militar americana. O tour do candidato democrata começou pelo Afeganistão.

Uma fonte no governo americano informou que a visita de Obama ao Iraque começou por Basra e que ele seguirá ainda hoje para Bagdá. Comandantes militares americanos estavam prontos para informá-lo sobre a situação no campo de combate e líderes iraquianos estavam em busca de mais detalhes sobre as propostas do candidato para uma futura retirada de tropas.

Obama foi contra a invasão ao Iraque e agora teme que uma missão de combate sem prazo para terminar consuma em excesso os recursos e a atenção das Forças Armadas em um momento no qual a violência no Iraque diminuiu para o mais baixo nível em quatro anos.

No Afeganistão, Obama defendeu a expansão do contingente em meio a uma intensificação de ataque por parte de rebeldes ligados à milícia fundamentalista islâmica Taleban e à rede extremista Al-Qaeda. Ele qualificou a luta contra o Taleban e a Al-Qaeda no Afeganistão como a mais importante missão militar dos EUA.