Novos documentos supostamente vazados da Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos sugerem que espiões americanos penetraram na rede financeira do Oriente Médio, aparentemente comprometendo o escritório da agência de serviços financeiros anti-lavagem de dinheiro EastNets, em Dubai.

Os “TheShadowBrokers”, que surpreenderam especialistas de segurança no ano passado ao divulgar algumas ferramentas de hackeamento da NSA, voltaram a vazar informações, divulgando os detalhes das operações da NSA contra bancos em todo o mundo árabe. Os dados incluem listas de alvos, sugerindo que o grupo tem acesso a um número de dados maior do que se imaginava.

Matt Suiche, fundador da Comae Technologies, que tem acompanhado os vazamentos, disse que aparentemente milhares de contas de funcionários e máquinas dos escritórios da EastNets foram comprometidos e que instituições financeiras no Kuwait, Bahrein, e na Palestina foram alvo de espionagem.

“Dado que a EastNets fornece serviços de conectividade para o sistema bancário árabe, comprometer a empresa daria à NSA a capacidade de rastrear transações financeiras silenciosamente em todo o Oriente Médio”, disse Suiche. Fonte: Associated Press.