Líderes dos 12 países que integram a União de Nações Sul-Americanas (Unasul) devem eleger hoje o ex-presidente argentino Néstor Kirchner secretário-geral da entidade. Tudo indica que o Uruguai – único país que se opunha à candidatura de Kirchner – anunciará a sua abstenção. Durante a cúpula, os chefes de governo e Estado da região deverão analisar a situação atual de Honduras e a cooperação com Haiti e Chile.