O clérigo radical Anwar al-Awlaqi pediu que sejam mortos norte-americanos “sem hesitação”. A declaração do religioso muçulmano, que tem cidadania norte-americana e iemenita, foi divulgada em uma mensagem de vídeo divulgada por sites que defendem a guerra santa, informou hoje o grupo de monitoramento SITE.

Na semana passada, uma corte do Iêmen emitiu uma ordem de prisão para Awlaqi. Segundo o tribunal, o clérigo deve comparecer perante um juiz para que sejam esclarecidos supostos vínculos entre ele e a rede extremista Al-Qaeda e por incitação à morte de estrangeiros. As informações são da Dow Jones.