O ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, Prêmio Nobel da Paz e símbolo da luta contra o apartheid, a injustiça social e a pobreza, manifestou grande alegria pela eleição de Barack Obama como novo presidente dos Estados Unidos da América.

“Aplaudimos seu compromisso pela paz e a segurança no mundo, estamos seguros de que um dos objetivos principais de sua presidência será combater a pobreza e as doenças em todo o mundo”, disse Mandela, citado pela Rádio Nairóbi.

“Sua vitória demonstra que ninguém deve abandonar o sonho de tentar fazer deste um mundo melhor”, continuou o ex-presidente.

Enquanto isso em Kogelo, pequeno povoado no noroeste do Quênia onde nasceram o pai e o avô de Barack Obama, nem sequer uma forte chuva tropical impediu as comemoraçoe durante toda a noite, para celebrar a vitória do candidato democrata.

Às 7h locais, sua avó Sara, de 87 anos – ainda que não tenha vínculos de sangue, já que ela é a terceira esposa do avô de Obama, ambos são muitos próximos -, saiu de sua pobre casa à frente de um cortejo de parentes, conduzindo com solenidade e ritmo a dança da alegria.

Em Nairóbi, a celebração se prolongou nos bares por toda a noite, enquanto durante a madrugada o centro de Mombaça foi invadido por milhares de manifestantes felizes, assim como em Kisumu, a 60 quilômetros de Kogelo, berço da etnia luo, a mesma da família de Obama.

Na manhã desta quarta-feira (5) muitas pessoas andavam pelas ruas se cumprimentando ao grito de “Obama”. Em torno das 8h locais o governo proclamou um feriado para amanhã para celebrar o que definiu como um evento histórico.

Obama esteve várias vezes no Quênia, a última delas há dois anos, quando visitou a casa da avó.