Um navio capturado por Israel que carregava foguetes avançados supostamente do Irã para militantes da Faixa de Gaza chegou no sábado em território israelense, onde autoridades preparavam a carga para exibição pública. Com a apresentação, Israel espera aumentar a pressão sobre potências mundiais que negociam com Teerã a redução de seu programa nuclear.

O cargueiro Klos C chegou ao porto de Eilat, no sul de Israel, acompanhado por

navios de guerra e militares mascarados que haviam interceptado a carga dias antes no Mar Vermelho. Israel afirma que o navio carregava dezenas de foguetes M-302, originalmente fabricados na síria e enviados pelo Irã à Faixa de Gaza. Segundo o governo israelense, isso colocaria as maiores cidades de Israel ao alcance de militantes palestinos de Gaza. Israel acusa o Irã de orquestrar a entrega em uma jornada elaborada de 8 mil quilômetros que incluía paradas para encobertar a carga em toda a região.

Autoridades do Irã e de Gaza negaram envolvimento com o carregamento. Em entrevista à rede de televisão israelense Channel 10 que foi ao ar neste sábado, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que uma vez que o navio for totalmente descarregado “a verdade virá à tona”. Israel planeja apresentar na segunda-feira os resultados da investigação com a presença de líderes nacionais. Fonte: Associated Press.