O ex-presidente do Egito, Hosni Mubarak, de 83 anos, que renunciou ao cargo no dia 11 de fevereiro, após quase 30 anos no poder, deixou o hospital nesta quarta-feira, na cidade litorânea de Sharm el-Sheikh, onde estava sob custódia desde abril, e iniciou viagem ao Cairo, capital do país, onde deverá ser julgado hoje. “Mubarak está sendo transportado em uma ambulância ao aeroporto de Sharm el-Sheikh, a fim de embarcar em um avião que o levará à academia de polícia no Cairo momentos antes do início do julgamento”, informou uma rede de TV local. Os advogados do ex-presidente alegam que ele está muito doente. Mubarak é acusado de corrupção e de ter ordenado a morte de centenas de manifestantes. As informações são da Dow Jones.