O organismo supervisor do sistema financeiro no Egito informou hoje que o ex-presidente do país, Hosni Mubarak, e sua família, juntaram uma quantidade de riquezas muito superior aos seus meios, na forma de propriedades e contas bancárias.

A agência estatal de notícias, Mena, disse que o supervisor descobriu que Mubarak, de 82 anos, sua esposa e os dois filhos do casal possuem várias propriedades ao redor do Egito, incluindo apartamentos luxuosos, palácios, terrenos para construções e fazendas valiosas.

O relatório também informa que a família Mubarak possui várias contas bancárias em moeda egípcia e estrangeira. O filho mais velho do ex-governante, derrubado por uma revolução popular em fevereiro, Alaa, é aparentemente o mais rico, seguido pelo segundo filho, Gamal. De acordo com o relatório, Mubarak é o que tem menos bens.

Os dois filhos de Mubarak estão detidos enquanto são investigados. O ex-mandatário foi hospitalizado na semana passada. As informações são da Associated Press.