O líder da Líbia, Muamar Kadafi, teria deixado a capital do país, Trípoli, após dias de protestos contra seu governo, informou hoje a BBC, citando testemunhas. Segundo a rede britânica, há relatos não confirmados de que Kadafi deixou a cidade na noite de ontem.

Saif al-Islam Kadafi, filho do líder, disse durante discurso na televisão estatal, na manhã de hoje, que seu pai permanece em Trípoli e tem o apoio do Exército. No fim de semana, houve relatos de que o líder teria saído do país. Um funcionário do Departamento de Estado dos Estados Unidos, pedindo anonimato, disse que não é possível no momento confirmar se Kadafi está ou não na Líbia.

Os manifestantes pedem democracia e mais direitos, além de melhorias econômicas. Os protestos são inspirados pelos levantes ocorridos na Tunísia e no Egito, que culminaram com a queda dos governantes dessas nações. As informações são da Dow Jones.