O ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, dirige-se neste momento ao bairro de Porte de Vincennes, onde um atirador entrou em um supermercado e teria feito reféns. A ida do ministro foi pedida pelo presidente François Hollande.

A invasão teria ocorrido no supermercado “Hyper Cacher” que vende produtos kosher. Autoridades ainda não confirmaram a informação. Há relatos, também não confirmados, de que haveria pelo menos um ferido e um refém.

O jornal Le Monde afirma ser “provável” que o atirador seja o mesmo que matou uma policial na quinta-feira em Montrouge, no sul de Paris.