O ministro de Transportes do Reino Unido, Chris Grayling, prevê que a primeira-ministra britânica, Theresa May, deve ficar no cargo até, pelo menos, 2020. Em entrevista exclusiva ao Daily Telegraph, publicada neste sábado, Grayling chegou a afirmar que May, inclusive, deverá disputar as próximas eleições.

“Quem sabe? Vamos ver mais para frente o que acontece, mas, no momento, eu acho que será a escolha dela”, disse Grayling. Ele foi gerente de campanha de May quando ela chegou à liderança do Partido Conservador em 2016.

A autoridade da primeira-ministra ficou comprometida após ela perder a maioria no Parlamento nas eleições de junho. (Flavia Alemi – flavia.alemi@estadao.com)