Milicianos islâmicos capturaram 27 policiais e soldados paramilitares na região do Vale do Rio Swat, no noroeste do Paquistão, informaram nesta terça-feira (29) autoridades locais. A captura dos agentes de segurança ocorre apenas um dia depois de três integrantes dos serviços secretos terem sido mortos em uma emboscada na mesma região.

Os rebeldes dominaram agentes de segurança que operavam um posto de controle em Deolai, no Vale do Swat, antes de seqüestrarem o grupo, disse o oficial de polícia Ismail Khan. O Exército paquistanês informou que 27 soldados paramilitares e policiais estão desaparecidos, disse o general Athar Abbas, porta-voz das Forças Armadas.

Bakht Ali Khan, porta-voz dos rebeldes, reivindicou a captura dos agentes de segurança. Ele acusou o governo de não cumprir os termos do acordo de paz. A segurança está se deteriorando na região do Vale do Rio Swat apesar do acordo de paz fechado em maio entre o governo local e milicianos pró-Taleban.