Kenneth Alan Amyx, 45 anos, matou a namorada tirou selfies ao lado do corpo e publicou no Facebook. O crime ocorrido na localidade de Plano, Texas (EUA), chocou a opinião pública.

As fotos foram publicadas no perfil da vítima Jennifer Streit-Spears, 43. O criminoso ainda acrescentou a legenda: “Por favor, rezem por nós”. Kenneth enviou uma das fotos para a mãe de Jennifer, que chamou a polícia. O crime aconteceu no dia 29 de maio.

Quandos os policiais chegaram à casa da vítima, encontraram a mulher morta e Amyx deitado ao seu lado, coberto de sangue, mas ainda vivo. Kenneth contou à polícia que o crime era parte de um plano do casal de se matar. A ideia surgiu quando eles estavam bebendo na casa de Jennifer.

Cada um dos dois pegou uma faca. O casal então se revezou, um cortando o outro. Mas, depois de alguns cortes, Jennifer se sentia fraca demais para continuar e seu namorado decidiu matá-la e se suicidar. “Amyx disse que ele agarrou a mão dela (que tinha a faca) e se cortou com força” para se matar também, descrevia o depoimento.

Após ser tratado no hospital, o homem foi preso sob acusação de homicídio, com fiança fixada em 600 mil dólares (2,1 milhões de reais). Pesa contra o criminoso uma condenação de fevereiro desse ano pelo crime de abuso sexual de uma criança de 13 anos no Condado de Rockwall, também no Texas. 

A família de Jennifer teve dificuldades para apagar as fotos do Facebook porque a empresa entendia que elas tinham sido postadas por ela. Depois, que as circuntâncias do crime vieram à tona, o Facebook removeu as fotosa página de Jennifer foi transformada em um memorial.