O duque de Edimburgo, marido da rainha Elizabeth II, foi hospitalizado na tarde desta quarta-feira em um centro médico de Aberdeen (Escócia) como “medida de precaução”, informou o Palácio de Buckingham.

O príncipe Philip, de 91 anos, já teve que ser internado no dia 4 de junho, um dia depois do início das celebrações pelo Jubileu de Diamante de sua esposa, por causa de uma infecção de bexiga, permanecendo cinco dias hospitalizado.

O duque de Edimburgo, que estava no castelo de Balmoral com a rainha, foi internado no Aberdeen Royal Infirmary, segundo o Palácio de Buckingham, que por enquanto não deu detalhes sobre os motivos desta nova hospitalização. De acordo com a rede de televisão “BBC”, o problema de saúde de Philip Mountbatten “não parece ser sério”.

Seu médico particular o visitou nesta quarta-feira no castelo de Balmoral e foi quem tomou a decisão da hospitalização “como medida de precaução”, de acordo com a televisão pública britânica.

Na segunda-feira, o duque de Edimburgo fez uma visita oficial à ilha de Wight, no sul da Inglaterra. Philip participou junto com a rainha da inauguração dos Jogos Olímpicos de Londres, em 27 de junho.

O marido de Elizabeth II foi hospitalizado em três ocasiões desde dezembro de 2011. Na primeira vez permaneceu internado três dias durante o Natal, após ser transportado em helicóptero do sítio real de Sandringham por causa de dores no peito, e foi submetido a uma angioplastia para desbloquear uma artéria coronária.

Posteriormente, no início de junho, fucou três dias no hospital King Edward VII de Londres por uma infecção de bexiga.

Felipe de Mountbatten, que nasceu na ilha grega de Corfú em 10 de junho de 1921, é o cônjuge real mais velho na história da monarquia britânica.

O duque de Edimburgo está casado com a rainha Elizabeth há 64 anos e tem com ela quatro filhos, assim como oito netos e duas bisnetas.