Malala Yousafzai declarou estar “inconsolável” com o ataque a uma escola no Paquistão que deixou mais de 125 mortos, dentre eles muito estudantes. A ganhadora do Nobel da Paz deste ano disse em comunicado divulgado nesta terça-feira que “crianças inocentes em suas escolas não pertencem a uma situação de horror como esta”.

Malala declarou que ela e milhões de outras pessoas “choramos por essas crianças, meus irmãos e irmãs, mas nunca seremos derrotados”.

A adolescente de 17 anos foi alvejada na cabeça pelo Taleban, no Paquistão, dois anos atrás, como punição por defender o direito das meninas à educação. Ela se recuperou após várias cirurgias e atualmente vive e estuda na cidade de Birmingham, no Reino Unido. Malala declarou que se mantém “unida” com o governo e as Forças Armadas do Paquistão em sua resposta ao ataque. Fonte: Associated Press.