enkontra.com
Fechar busca

Mundo

mundo

Mais um oficial do Exército retira apoio a Maduro e reconhece Guaidó

  • Por Estadão Conteúdo

Um alto oficial das forças armadas da Venezuela anunciou neste sábado, 9, que reconhecia o chefe da Assembleia Nacional e líder opositor, Juan Guaidó, como presidente interino do país. É o terceiro membro da alta hierarquia militar do país a se rebelar contra o regime de Nicolás Maduro.

O coronel do exército Rubén Paz Jiménez disse, em mensagem replicada nas redes sociais, que desconhecia a autoridade de Maduro. Ele pediu ainda a seus companheiros de armas respaldo a Guaidó, que no mês passado se declarou como chefe de Estado interino.

“Sejamos valentes. Não tenhamos medo”, afirmou Paz Jiménez. “As forças armadas têm 90% de seus oficiais descontentes. Estamos sendo utilizados para mantê-los no poder”, disse.

O coronel, que também se identificou como médico, pediu aos militares que permitam o ingresso de ajuda humanitária à Venezuela.

Paz Jiménez é o segundo alto oficial que se rebela contra Maduro em uma semana. No sábado passado, 2, o general da ativa Francisco Esteban Yánez Rodríguez, ex-diretor de Planejamento Estratégico de Aviação, anunciou em um vídeo que deixou de reconhecer a autoridade de Maduro e pediu o fim da repressão do regime venezuelano.

No fim de janeiro, o adido militar da Embaixada da Venezuela em Washington, o coronel da Guarda Nacional José Luis Silva, também retirou apoio a Maduro e pediu que os militares “restabeleçam a democracia no país”. O Ministério da Defesa o chamou de “traidor da pátria” no Twitter.

Em meio à disputa mantida desde o mês passado entre governo e oposição, o alto comando das forças armadas expressaram em várias oportunidades o respaldo aberto a Maduro. Porém, persistem as dúvidas sobre se esta postura é respaldada pelos níveis médios e baixos da hierarquia militar. Fonte: Associated Press.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas