As mães de três montanhistas norte-americanos detidos no Irã disseram que pegaram seus vistos nesta quarta-feira e esperam viajar para Teerã no início da próxima semana para visitá-los na prisão. Os montanhistas Josh Fattal, de 27 anos, Sarah Shourd, 31, e Shane Bauer, 27, foram pegos na fronteira com o Iraque em julho.

O ministro de Relações Exteriores do Irã, Manouchehr Mottaki, disse na televisão estatal esta semana que o governo iraniano ordenou a concessão dos vistos por questões humanitárias. O Irã acusou o trio de espionagem. Suas famílias e o governo norte-americano negam as acusações e pedem que sejam libertados.

A mãe de Bauer, Cindy Hickey, disse que as famílias precisam coordenar uma série de coisas antes de iniciarem a viagem. Além de visitar os filhos, as três planejam se reunir com o advogado iraniano que contrataram meses atrás e com o embaixador da Suíça no Irã. Diplomatas suíços visitaram os montanhistas na prisão, já que os Estados Unidos não têm presença oficial no país. As mães também solicitaram reuniões com as autoridades iranianas, mas não sabem se elas serão realizadas, disse Hickey.