O presidente eleito do Paraguai, Fernando Lugo, falou na sexta-feria (25) que iniciará um projeto de luta contra a fome e a pobreza, porém, diferente do ‘Fome Zero’ implantado por Lula no Brasil.
 
A irmã do presidente, Mercedes Lugo, que fará o papel de primeira-dama, falou que vai se dedicar a programas de ajuda aos necessitados, citando entre eles os indígenas. "Não será um programa do tipo ‘Fome Zero’ do Lula", disse Lugo, mas "será um pouco similar".

Lugo também comentou que está estudando como irá compor seu gabinete. "Temos tempo até 15 de agosto, mas já estamos analisando", declarou.

Entre as outras promessas de Lugo, está a revisão do preço pago pelo Brasil na compra da energia excedente produzida pela hidrelétrica de Itaipu, localizada na fronteira entre os dois países.

O ex-bispo de San Pedro foi eleito na semana passada pela coalizão Aliança Patriótica para a Mudança (APC, na sigla em espanhol), terminando com 61 anos de domínio do Partido Colorado no poder.