A Liga Árabe rejeitou a presença contínua das tropas israelenses na fronteira leste de um futuro Estado da Palestina, uma proposta que, segundo os palestinos, foi lançada pelos EUA no início deste mês.

O chefe da Liga Árabe, Nabil Elaraby, afirmou que nenhum acordo de paz poderá funcionar com a presença israelense no Estado Palestino.

Autoridades palestinas afirmaram que o secretário dos EUA, John Kerry, propôs o controle de Israel sobre a futura fronteira da Palestina com a Jordânia por pelo 10 anos a fim de responder às preocupações de Israel sobre um influxo potencial de militantes e armas.

Assessores de líder palestino Mahmoud Abbas criticaram o plano. Um assessor sob condição de anonimato disse neste sábado que os palestinos estão tentando suavizar a

proposta a fim de encurtar o prazo para qualquer retirada israelense. Fonte: Associated Press.