Líderes mundiais enviaram nesta quarta-feira (5) congratulações ao presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama. O presidente da China, Hu Jintao, disse que espera trabalhar com Obama, segundo relatou a agência estatal de notícias Xinhua. Na mensagem de congratulações a Obama, transmitida poucas horas depois da vitória do democrata, Jintao ressaltou a importância das relações entre os dois países. “China e EUA compartilham diversos interesses comuns e importantes responsabilidades em um amplo conjunto de questões fundamentais relativas ao bem-estar da humanidade”, declarou o presidente chinês.

O primeiro-ministro da China, Wen Jiabao, também enviou suas congratulações a Obama e disse que um “relacionamento saudável” entre China e EUA atende às aspirações de ambos os povos e à necessidade “de se manter a paz, a estabilidade e a prosperidade na região da Ásia-Pacífico e no mundo como um todo”.

O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, realçou a “política energizante” e a “visão de futuro” do presidente eleito dos EUA. Ao parabenizar Obama, num comunicado, Brown afirmou que “o relacionamento entre os EUA e o Reino Unido é vital” para a prosperidade e a segurança das duas nações. “Sei que Barack Obama e nós compartilhamos muitos valores”, afirmou o primeiro-ministro britânico. “Temos a determinação de mostrar que o governo pode agir para ajudar as pessoas através destes tempos difíceis para a economia global”, acrescentou. “Espero trabalhar bem próximo a ele nos próximos meses e anos.”

Na França, a ministra das Finanças, Christine Lagarde, declarou numa entrevista à TV francesa que estava “muito entusiasmada” com a vitória de Obama. Lagarde, que morou e trabalhou nos EUA, disse que espera encontrar alguns dos assessores de Obama na reunião do G-20, marcada para 15 de novembro em Washington. A chanceler alemã, Angela Merkel, parabenizou Obama por sua “histórica vitória” e destacou, num discurso, o compromisso com uma parceria entre EUA e Alemanha. “Esteja certo de que meu governo está plenamente consciente da importância e do valor de nossa parceria transatlântica”, afirmou Merkel. As informações são da Dow Jones.