O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, visitou hoje um ponto de observação, na Cisjordânia, para ver de perto os assentamentos israelenses na região. O secretário foi guiado pelo primeiro-ministro da Palestina, Salam Fayyad.

A visita ocorre um dia após o representante da ONU pedir que Israel interrompa as construções no local. Do ponto de observação, é possível ver as condições atuais do assentamento israelense Givat Zeev, que tem 11 mil residentes. O muro de separação na Cisjordânia também foi visto.

Ontem, o secretário-geral da ONU, a secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, e outros mediadores no Oriente Médio, conhecidos como Quarteto, encontraram-se em Moscou para recomeçar as conversas de paz para a região. “Nossos parceiros do Quarteto mandaram a mensagem clara que apoiamos seu plano para estabelecer um Estado da Palestina viável e independente”, disse Ban Ki-moon ao primeiro-ministro palestino. Os palestinos temem que a expansão do assentamento israelense tome mais terras. No domingo, o secretário da ONU visitará Gaza.