enkontra.com
Fechar busca

Mundo

Kirchner herdou US$ 6,8 mi de seu marido e antecessor

A presidente argentina, Cristina Kirchner, herdou 31,6 milhões de pesos (US$ 6,8 milhões) de seu marido e antecessor, o falecido Néstor Kirchner, segundo consta de sua declaração de renda divulgada nesta terça-feira pela imprensa.

O patrimônio da presidente alcançou em 2011 um total de 39,6 milhões de pesos (US$ 8,6 milhões), de acordo com a declaração apresentada perante o Escritório Anticorrupção, tal como exigem as leis argentinas das máximas autoridades.

De toda forma, o patrimônio caiu dos 70,5 milhões de pesos (US$ 15,3 milhões) consignados em 2010, quando sua fortuna se unia à de Kirchner, que morreu em outubro daquele ano após uma parada cardíaca.

A queda se deve a que 50% dos bens do ex-presidente Kirchner (2003-2007) foram herdados pelos dois filhos de ambos, Máximo e Florencia, segundo a documentação de seu patrimônio divulgada pelos jornais “Clarín” e “La Nación”.

A declaração exibe um depósito bancário de US$ 3 milhões que a chefe de Estado transformou em pesos, tal como anunciou semanas atrás, em sintonia com as restrições que o Governo impõe à compra de dólares para “desdolarizar” a economia local.

Cristina conta com uma renda anual de 331.809 pesos (cerca de US$ 72.132) como presidente e obtém lucro, além disso, por rendas de propriedades herdadas de seu marido e por dois hotéis que possui na cidade sulina de Calafate, onde costuma passar os fins-de-semana e à qual definiu como seu “lugar no mundo”.

A presidente também tem terrenos de até 47 mil metros quadrados em Calafate, situada na província de Santa Cruz, que foi governada por Kirchner durante 12 anos, antes de assumir a Presidência, segundo a declaração.

 

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas