O líder líbio Muamar Kadafi não está preparado para deixar seu país, afirmou hoje o escritório do presidente sul-africano, Jacob Zuma. Os dois se encontraram ontem em Trípoli, capital da Líbia. Apesar disso, Zuma disse que Kadafi está “pronto para implementar” uma trégua proposta pela União Africana (UA).

A conversa dos dois líderes não trouxe avanços em relação ao plano regional de paz. A UA prevê uma trégua e reformas políticas, mas não atende à demanda dos rebeldes da renúncia de Kadafi. O plano da UA inclui ainda o fim dos ataques aéreos da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no país. As informações são da Dow Jones.