O jornal estatal chinês Shenyang Evening News identificou a terceira vítima das explosões em Boston como Lu Lingzi. Segundo a publicação, ela era uma estudante da Universidade de Boston.

O consulado chinês em Nova York disse em um comunicado na terça-feira que outro cidadão da China foi ferido e estava em condição estável após uma cirurgia.

O ministério das Relações Exteriores e o consulado Geral da China não anunciaram o nome da vítima a pedido da família. Mas na terça-feira, a mídia de Boston citou uma fonte chinesa do consulado Geral, dizendo que Lu Lingzi estava entre os desaparecidos após as explosões de segunda-feira.

Mais cedo, duas das três pessoas mortas no atentado já haviam sido identificadas. Krystle Campbell, de 29 anos, foi identificada por seu pai, William. Ela era gerente de um restaurante.

O pai da vítima contou que ela estava perto da linha de chegada na companhia de sua melhor amiga. Elas pretendiam tirar uma foto do namorado da amiga de Krystle, que corria a maratona.

A amiga de Krystle ficou gravemente ferida. William declarou-se devastado pela perda.

Além de Krystle, familiares confirmaram a morte do pequeno Martin Richard de oito anos. Ele estava perto da linha de chegada, assistindo à corrida na companhia de sua família. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.