Cerca de 500 passageiros deixaram nesta quarta-feira o navio de cruzeiro Diamond Princess, após o fim de uma quarentena de duas semanas no litoral do Japão em função da epidemia de coronavírus.

A quarentena não impediu a disseminação da doença e 79 novos casos foram relatados hoje, elevando para 621 o total de infectados na embarcação. Originalmente, o navio tinha cerca de 3.700 passageiros e tripulantes a bordo.

A decisão do governo japonês sobre a quarentena foi questionada por especialistas, que veem o navio como um “perfeito incubador do vírus”.

O Diamond Princess é o local onde se registrou mais casos de coronavírus fora da China, onde a doença – batizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como COVID-19 – surgiu no fim do ano passado. Fonte: Associated Press.