O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, declarou nesta terça-feira que seu país responderá “com força” caso venha a sofrer um ataque militar sírio.

O comentário do chefe de governo israelense vem à tona em um momento no qual os Estados Unidos avaliam a possibilidade de uma ação militar contra a Síria em meio a suspeitas de que o governo do país teria usado armas químicas em um ataque na semana passada.

Autoridades israelenses estão preocupadas com a possibilidade de Síria atacar o Estado judeu em retaliação a eventuais bombardeios norte-americanos. Fonte: Associated Press.