Pelo menos duas pessoas morreram em um bombardeio israelense a túneis clandestinos usados por palestinos para transitar entre a Faixa de Gaza e o Egito, informaram funcionários palestinos. O médico Moaiya Hussanain, do Ministério da Saúde da Faixa de Gaza, disse que o bombardeio ocorreu durante a noite de ontem, e os corpos foram retirados hoje.

Segundo o exército de Israel, o túnel foi atacado porque milicianos palestinos dispararam 12 foguetes e morteiros na direção do território israelense um dia antes. A fronteira entre o Egito e a bloqueada Faixa de Gaza é repleta de túneis clandestinos pelos quais entram todos os tipos de itens no território cercado por Israel, desde bens de primeira necessidade a artigos de luxo e armas.