O exército israelense bombardeou a Faixa de Gaza nesta terça-feira depois de um homem que trabalhava na barreira de segurança que cerca o território palestino ter sido baleado e morto. Não há detalhes disponíveis sobre o alvo nem sobre vítimas do bombardeio.

Segundo o exército de Israel, o homem era um civil israelense que executava serviços de manutenção na barreira em torno de Gaza. Ele foi socorrido e levado a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Fonte: Associated Press.